Atividades

  • Identificar e caracterizar a população idosa e o seu contexto biogeofísico;
  • Georreferenciar e caracterizar as estruturas formais de apoio alimentar;
  • Avaliar o estado nutricional e identificar idosos em risco nutricional;
  • Percecionar a relevância da alimentação para a qualidade de vida;
  • Estabelecer a relação entre estado nutricional, qualidade de vida, oferta alimentar e contexto sociodemográfico;
  • Formar os profissionais de saúde;
  • Formar os idosos e cuidadores para a promoção de um estilo de vida saudável;
  • Disseminar os resultados.